15 melhores programas de TV jurídicos de todos os tempos

Existem inúmeras profissões neste mundo, mas apenas algumas são tão desafiadoras quanto ser advogado. A ideia de passar o resto da vida tentando limpar a bagunça das pessoas ou indiretamente resolvendo um caso e, acima de tudo, provando que você está certo parece muito exasperante. Existem todos os tipos de pessoas no mundo e isso, por sua vez, exige uma infinidade de problemas, todos os dias. Isso torna ser advogado uma oportunidade de carreira bastante lucrativa, mas se você não tem jeito para isso, é melhor não entrar nisso.

Vez após vez, vemos programas sobre advogados e a vida que eles vivem, tanto os pródigos quanto os que lutam. Enquanto do lado de fora, podemos percebê-los como pessoas estóicas que farão de tudo para ganhar um caso, os programas de TV nos permitem ver um lado mais pessoal deles, que os mostra lutando com dilemas morais e se apegando à sua ética. Com isso dito, aqui está a lista dos principais dramas jurídicos e programas de TV de tribunal de todos os tempos. Você pode assistir a alguns desses melhores programas de TV de advogados no Netflix, Hulu ou Amazon Prime.

15. Justiça (2006-2007)



Embora tivesse uma vida útil muito curta, ‘Justiça’ era um bom show jurídico, no entanto. Ele se concentra em um grupo de advogados que trabalham na Trott, Nicholson, Tuller and Graves, um escritório de advocacia em Los Angeles. Os advogados variam em suas experiências, o que molda suas atitudes em relação aos casos que decidem assumir. Principalmente, eles se envolvem em casos que chamam a atenção da mídia e se tornam polêmicos. Em cada episódio, vemos os advogados lutando com as informações que possuem sobre seus clientes e tentando fazer a coisa certa para que a justiça seja feita por todos os meios.

14. Franklin e Bash (2011-2014)

Este programa se concentra na história de Jared Franklin e Peter Bash, que estão tentando encontrar uma posição como advogados de renome. Depois de derrotar um advogado de um prestigioso escritório de advocacia, eles entram no foco de seu fundador, que os recruta para trabalhar em sua empresa a fim de melhorar as coisas na empresa que, de outra forma, está enfrentando a ruína. Franklin é o festeiro, parte levemente despreocupada da dupla, enquanto Bash é o mais maduro e responsável. Juntos, eles assumem vários casos e os conquistam com seus intelectos coletivos.

13. L.A. Law (1986-1994)

Este show se concentra em um escritório de advocacia em Los Angeles, chamado McKenzie, Brackman, Chaney and Kuzak. Tem um negócio bem estabelecido e está habituado a atender processos de todos os tipos, criminais ou cíveis. Tudo o que importa é a taxa que você paga para realizar seu trabalho. Enquanto o materialismo parece brilhar na descrição deste show, ele apresentou os temas do racismo, violência doméstica, homofobia e outras questões importantes. É conhecido por empregar vários atores convidados que mais tarde alcançaram grande sucesso. Popular entre o público e os críticos, esse show ganhou mais de uma dúzia de Emmys durante sua temporada de oito temporadas.

12. The Grinder (2015-2016)

Como os atores desempenham muitos papéis, isso não os torna qualificados para as profissões que retratam na tela. No entanto, Dean Sanderson não entende isso. Depois que sua carreira no showbiz sofre um golpe com o fim de seu show, ele retorna para sua cidade natal para encontrar trabalho como advogado no escritório de advocacia de sua família. Seu irmão mais novo e um novo recruta na firma são inteligentes o suficiente para entender que sua experiência de agir como advogado não o tornará um advogado de verdade, mas parece que Dean aprenderá essa lição sozinho.

11. A prática (1997-2004)

Bobby Donnell abre sua própria empresa na esperança de proteger os inocentes e cumprir a lei. Ele começa aos poucos, trazendo um sócio, advogados associados e um paralegal para formar sua firma. No entanto, ele logo percebe que a retidão não é a única coisa que mantém seus negócios funcionando. Clientes culpados terão que ser pegos e a balança da justiça terá que ser derrubada se ele quiser estabelecer uma base sólida para os negócios de sua empresa. ‘The Practice’ mostra as lutas morais dos advogados enquanto eles enfrentam vários clientes e tentam defender sua moralidade. A política de escritório também começa a se desenvolver temporada após temporada.

10. Tentativa e erro (2017- presente)

Assuntos jurídicos são uma coisa agitada. Assistir programas legais passa essa tensão para nós às vezes! A maioria dos programas nesta lista são dramas sérios que lidam com alguns temas pesados. Um alívio desse peso é ‘tentativa e erro’. John Segal quer se tornar um advogado de sucesso e começa seu negócio nos fundos de uma loja de taxidermia. Ele reúne uma equipe formada por pessoas como um ex-policial e um pesquisador com distúrbios de estranhos, para cuidar dos casos de indivíduos que são bons fazendo as coisas irem para o sul por si mesmos. Serializado como um mockumentary, esse show imita reality shows, especialmente os do gênero jurídico.

9. Boston Legal (2004-2008)

Um spin-off de ‘The Practice’, este programa foca nas façanhas de Alan Shore e Denny Crane enquanto trabalham em processos civis para sua nova empresa, Crane, Poole e Schmidt. Alan Shore raramente sofre de dilemas éticos e isso permite que ele use alguns métodos pouco ortodoxos para ganhar os casos. O que aumenta sua popularidade na empresa é que ele aceita os casos que ninguém aceitaria e depois os ganha. James Spader e William Shatner desempenham os papéis de Alan Shore e Danny Crane, respectivamente. Sua química e humor tornam cada diálogo peculiar, e o show se torna mais engraçado.

8. Como fugir com o assassinato (2014- presente)

A mina de talentos Viola Davis desempenha o papel de Annalize Keating em ‘How to Get Away with Murder’. Keating é advogado de defesa e professor de direito na Filadélfia. Esta série mostra sua história junto com a de seus cinco alunos, que ela escolheu pessoalmente para estagiar em sua empresa, enquanto se envolvem em um assassinato. A história se move para frente e para trás no tempo para se concentrar na investigação do assassinato e traçar o caminho de como tudo começou. Viola Davis, por sua interpretação de Keating, ganhou o Emmy Award de Melhor Atriz Principal em Série Dramática, fazendo um recorde de ser a primeira mulher negra a fazer isso.

7. The Good Fight (2017- presente)

Um spin-off de outro programa desta lista, ‘The Good Wife’, este programa começa um ano após os eventos do final de seu antecessor. Diane Lockhart e sua afilhada, Maia, são forçadas a deixar a empresa porque sua reputação sofre um grande golpe depois de serem citadas em um golpe financeiro. Eles encontram um lugar na empresa do ex-funcionário de Lockhart que lida com casos relacionados à brutalidade policial. Eles precisam começar do zero para reconstruir a vida que construíram para si mesmos na empresa anterior. Este show enfoca não apenas o drama que se passa na vida das pessoas que trabalham na nova empresa, mas também, sua ênfase principal está nos casos que tratam. Questões como notícias falsas, assédio e alt-right encontram um lugar no programa que lhe permite fazer comentários sobre as questões sócio-políticas atuais.

6. Lei de Garrow (2009-2011)

Existem muitos programas que nos familiarizam com os procedimentos e situações judiciais contemporâneas. Mas como eram as coisas nos velhos tempos? Como isso se compara ao nosso sistema judicial agora? Algo realmente mudou depois de todo esse tempo? Se essas questões o atormentam, você deve observar a 'Lei de Garrow'. Ambientado no 18ºséculo, é baseado na vida do famoso advogado William Garrow. Acompanhado por um advogado chamado John Southouse, Garrow assume os casos dos acusados ​​e tenta descobrir a verdade e servir à justiça a todo custo. Seus casos variavam de estupro e assassinato a corrupção e alta traição.

5. Ternos (2011- presente)

Um dos programas mais populares da atualidade, ‘Suits’ vai me dar um olhar de desprezo de muitas pessoas que o teriam desejado no topo desta lista. Para essas pessoas, eu digo, espere até terminar a lista. ‘Suits’ começa quando Mike Ross, um gênio com memória fotográfica está a caminho de fechar um negócio de drogas e se salvar, entra no escritório de Harvey Specter, que está entrevistando estudantes de direito de Harvard para trabalhar em um prestigioso escritório de advocacia. ‘Suits’ tem um enredo muito compacto e uma miríade de personagens interessantes que crescem facilmente em você. Na fila para ir ao ar sua oitava temporada, ele viu muitos altos e baixos. O que vem por aí, depois de uma grande mudança em seu elenco, ainda está para ser visto.

4. Silk (2011-2014)

A melhor coisa sobre os programas britânicos é que eles não se preocupam em dar um fim às histórias que fazem. Muitas vezes vimos exemplos de programas que foram realmente ótimos, mas não duraram mais do que duas ou três temporadas. O raciocínio por trás deles não era que faltassem espectadores ou qualquer outra coisa, o motivo era que os criadores sabiam quando haviam alcançado um ponto alto na série e queriam deixar por isso mesmo. Vimos muitos programas perderem credibilidade porque continuaram mesmo depois de todos saberem que eles haviam sobrevivido à popularidade. É melhor ser concluído do que cancelar, certo? E é por isso que ‘Silk’ é um show tão bom. Nunca atingiu o seu ponto baixo, por isso não havia mais o que reclamar. Mostra a história de Martha Costello, uma advogada da Câmara de Direito Penal que deseja se tornar a advogada da Rainha. Mas, ela não é a única que nutre essa ambição.

3. American Crime Story (Primeira temporada, 2016)

Com o subtítulo ‘The People v. O. J. Simpson’, este programa serializa o caso de O.J Simpson, que foi julgado por assassinato. O show vai em profundidade para apresentar todos os aspectos do julgamento, mostrando como várias coisas dos lados do promotor e do réu pavimentaram o caminho para o veredicto final. Um dos julgamentos mais famosos da história da América, a história de O. J. Simpson foi algo que chamou a atenção de todos na América. Este show faz justiça ao trazer de volta a autenticidade dos tempos que tenta retratar.

2. A boa esposa (2009-2016)

Por treze anos, Alicia Florrick foi uma dona de casa. Seu marido era procurador do Estado com uma carreira bem construída. Eles tiveram dois filhos e a vida era boa. Até que um dia, seu marido foi condenado à prisão sob a acusação de corrupção e escândalo sexual. Com a reputação de sua família destruída, Alicia tem que voltar a trabalhar para sustentar sua família e tentar consertar tudo de volta ao normal. ‘The Good Wife’ enfoca sua luta para trabalhar como litigante a fim de sustentar sua família. O show foi aclamado pela crítica com várias vitórias em um Emmy ao longo do ano. Foi aplaudido por focar nas questões sociais e políticas, ao mesmo tempo em que lida com suas próprias histórias.

1. Better Call Saul (2015- presente)

Conhecemos Saul Goodman em ‘Breaking Bad’. Ele foi um personagem central na história de Walter e Jesse. Ele os livrou de problemas, apresentou-os às pessoas e cuidou de todas as outras coisas. Porém, vimos muito dele ao longo dos anos (ainda, não o suficiente!), Muito sobre ele estava envolto em mistério. Para começar, sabíamos que Saul Goodman não era possivelmente seu nome verdadeiro, mas nunca chegamos a descobrir isso. Mas tudo isso já passou. Agora, há ‘Better Call Saul’, um programa que se concentra inteiramente na história de Saul Goodman agora. Mostra como Jimmy McGill, um vigarista, se transforma em um advogado que faz tudo ficar bem.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt