20 melhores filmes de Amitabh Bachchan que você deve ver

Amitabh Bachchan representa não apenas uma geração de atores, mas todo o ser do cinema que faz o Cinema Hindi. Ele é aquele que viu tudo. Os altos e baixos, os altos e baixos e o melhor e o pior de Bollywood. Sua própria vida tem sido nada menos que um melodrama cheio de emoções e emoção. Mas em tudo sempre houve uma constante: seu brilho absoluto. Ele retratou uma série de papéis que vão até o limite de nossa imaginação. Aqui está a lista dos principais filmes de Amitabh Bachchan, selecionados de sua vasta filmografia. Você pode assistir a alguns desses melhores filmes de Amitabh Bachchan no Netflix, Hulu ou Amazon Prime.

20. Mohabbatein (2000)

Este filme veio em um momento crítico na vida de Amitabh Bachchan, quando ele estava sem dinheiro e sofrendo de dívidas. Ele pediu um papel a Yash Chopra e conseguiu. Em retrospecto, foi Yash Chopra quem foi abençoado com a presença de Amitabh porque ele deu uma performance que só ele poderia. Ele é um disciplinador, um cara durão, alguém que acredita em regras. Um cara que fica cada vez mais duro com a morte de sua filha e dedica sua vida discipulando os meninos a um mundo de homens. Sua mera dicção e clareza de fala em hindi já são uma classe de mestre em si. Qualquer ator que esteja tentando se dar bem no ramo do cinema deve passar assistindo seus discursos fluentes e fortes do que suando na academia. Para qualquer um que pode entregar um diálogo, mas para fazê-lo ficar na mente do público, você precisa de muito mais.



19. Aks (2001)

Era um personagem difícil, pois ele teve que abandonar todas as suas inibições e representar um personagem ousado. Ele havia feito personagens cinzas, isso era mais vil do que qualquer coisa antes. O filme o fez explorar áreas de atuação, ele nunca pensou que existissem nele e na escuridão das cenas, ele emergiu como aquele que poderia fazer de tudo. Este filme merece uma menção especial porque não apenas mostrou fé no novato Rakesh Omprakash Mehra, mas também assumiu um papel muito desafiador.

18. Satte pe Satta (1982)

O filme é um passeio alegre. A viagem fica mais tranquila com a infinidade de atores ao lado de Amitabh Bachchan. Ele também interpreta um personagem negativo no filme. O filme é um pacote assim como Ramesh Sippy gosta de manter seus filmes. Satte pe Satta dá a você a sensação calorosa e aconchegante com seus personagens que faz com que o público faça parte de sua enorme família amorosa e esse sentimento por si só torna o filme memorável.

17. Baghban (2003)

Um espelho perfeito da sociedade em que nos tornamos na esteira de nossos amores ocupados. Amitabh Bachchan assumiu um papel muito delicado e por sua sutileza absoluta o tornou brilhante. O filme cria um tom negativo muito poderoso para ser compreendido, mas a própria textura das emoções de Amitabh e seu desejo por sua esposa o tornam crédulo. O filme tem uma mensagem muito forte e não há ninguém na indústria com uma presença tão retumbante para transmitir essa mensagem do que Amitabh Bachchan.

16. Coolie (1983)

Este filme é muito mais do que apenas um veículo de atuação para Mr.Bachchan. Este filme se tornou uma luta de milhões de indianos que oravam pela recuperação de Amitabh. O filme é sobre a dedicação de Amitabh que lutou contra sua doença, completou o filme e fez uma insígnia do filme, literalmente com seu sangue. É claro que ‘Coolie’ é abastecido com performances poderosas, mas com o passar do tempo será lembrado pela luta de Amitabh por sua vida.

15. Sharaabi (1984)

Este filme foi muito apreciado, mas nunca obteve um status de culto como outros filmes de Amitabh Bachchan. Existem algumas cenas ótimas no filme, especialmente nas quais ele luta contra alguns capangas em um bar enquanto faz a declaração “Mooche ho too Nathhulal jaisi”. À primeira vista, parece engraçado e bom, mas se você cavar mais fundo, as linhas gravadas Amitabh têm uma sepultura mais profunda. Amitabh faz o público perceber a beleza das coisas mais simples da vida que carregam o fardo de nossas almas.

14. Silsila (1981)

Um clássico de Yash Chopra, este filme é carregado de romance. Romance puro, limpo e sublime. O emparelhamento de Amitabh e Rekha define a palavra química. As cenas de Jaya e Amitabh se separando em seu casamento são bem escritas e demonstram perfeitamente o amor perdido. ‘Silsila’ não é apenas sobre amor, é sobre circunstâncias que tornam uma relação ligada ao amor ou distante dele. Sanjeev Kumar justifica seu papel de marido perdido e apaixonado e a dor em seus olhos o torna um tutorial. Os personagens do filme são tratados de forma tão complexa que é difícil não amar a arte de seus seres.

13. Piku (2015)

‘Piku’ é possivelmente o único filme da lista que ostenta orgulhosamente o emblema do feminismo e nos oferece uma visão dos homens no mundo feminino - e não o contrário que quase todos os filmes mostram. Se você pensou que 'Piku' era apenas mais um filme de comédia com piadas sobre constipação e evacuações, pense novamente. Porque não é isso. A gravidade do desempenho de Amitabh Bachchan eleva o filme a um pedestal mais alto. O filme quebra tantas convenções de contar histórias e simultaneamente as desafia - especialmente no contexto indiano patriarcal - que é um dos filmes mais corajosos feitos na memória recente.

12. Khakee (2004)

‘Khakee’ é um dos mais inteligentes - senão o mais inteligente - dramas policiais já feitos no Cinema Hindi. Um filme tão compacto que o deixará sem fôlego. Uma história quase perfeita de uma equipe de policiais que colocam sua vida em risco para cumprir uma missão perigosa apenas para descobrir que o próprio sistema que lhes atribuiu o trabalho é contra a sua conclusão. Com uma performance fenomenal de Amitabh Bachchan, ‘Khakee’ mereceu inúmeros louros, mas permanece um mistério como um thriller de suspense tão impressionante se perdeu no esquecimento e nunca se tornou um constituinte das conversas de filmes.

11. Shakti (1982)

Este filme é uma vitrine perfeita de um personagem em rebelião. Amitabh se ressente de seu pai, porque ele segue as regras e é totalmente a favor da lei. Ele é desencadeado pela morte e pobreza. Ele não quer viver uma vida lavada pela carência. Então ele faz tudo que seu pai é contra e as vezes testa sua relação e crenças. Este filme também reuniu as duas lendas em Amitabh e Dilip Kumar. O filme é imperdível para a química de Amitabh e Dilip Kumar e algumas das melhores sequências de ação da época. O filme pode ser chamado de uma versão carregada de adrenalina da Mãe Índia.

10. Anand (1971)

Este filme foi o motivo pelo qual Amitabh Bachchan recebeu atenção séria. Não foi fácil tocar o segundo violino para Rajesh Khanna, mas o filme é igualmente lembrado por ambos. Amitabh entendeu o ponto crucial do roteiro e fez sentir sua presença. Lá estava ele com 1,8 m de altura, parecendo frágil e vulnerável em sua estatura.

9. Don (1978)

O filme não teria sido tão popular e um sucesso tão grande se não tivesse a música “Khaike paan banaraswalla”. A primeira semana do show não tinha essa música e, portanto, foi declarada um fracasso, mas nas semanas seguintes a música foi adicionada e simplesmente pelo boca a boca, trouxe as pessoas aos cinemas e as fez testemunhar o brilho de Amitabh Bachchan . Embora uma história semelhante já tivesse sido feita antes, o que fez Don estar a quilômetros de distância era a persona de Amitabh Bachchan. Ele parecia um don, havia algo misterioso e perigoso sobre ele. Acrescentou caráter ao papel. Os diálogos de Salim-Javed pareciam feitos sob medida para ele e ele os transmitia como se os estivesse simplesmente respirando. Ele não era mais o personagem magro, ele era o homem com a arma e o público acreditava em cada segundo disso.

8. Abhimaan (1973)

Outro clássico de Hrishikesh Mukherjee, deu Amitabh Bachchan para provar que Anand não era um acaso e ele tinha dentro de si para fazer a longo prazo. Ele interpreta uma variedade de personagens, de um fã a uma estrela e um ser ciumento. Este filme tinha uma mensagem muito forte, simples mas poderosa. Conseqüentemente, ele precisava de pessoas como Amitabh Bachchan e Jaya Bachchan para transmitir as emoções que o script carregava. Ele tinha uma presença e podia alavancá-la perfeitamente.

7. Zanjeer (1973)

Este filme trouxe o fenômeno “Angry Young Man” para a indústria. Antes desse filme, Amitabh Bachchan tinha feito apenas papéis sensíveis e para mostrar fé nele para carregar um personagem tão forte e bizarro, precisava da recomendação de Pran. Prakash Mehra estava inicialmente apreensivo, mas a primeira cena que filmaram foi a cena em que ele comanda a delegacia de polícia. Essa cena o convenceu das capacidades de Amitabh. Ele instila profundidade e raiva em cada cena. Ele fez deste filme a revelação que se tornou.

6. Amar Akbar Anthony (1977)

Um personagem muito excitante, um Romeu e um bom coração. Anthony não é o personagem central, mas é aquele que ainda é lembrado pelo filme. Com sua dança nas melodias de “Meu nome é Anthony” e sua conversa com o espelho, ele conquistou seu lugar na mente do público e se tornou sinônimo do personagem. Amitabh Bachchan torna Anthony adorável, apesar de suas falhas graves.

5. Preto (2005)

Ser professora de uma garota cega e fazer a diferença em sua vida não é um papel fácil de assumir. É difícil entender o sentimento de um cego, mas é difícil entender as provações enormes para entender o trabalho de ser professor de cegos. No entanto, Amitabh, com ‘Black’, inspirou milhões de nós com seu ato, em cada uma de suas cenas. O crédito também deve ir para o diretor Sanjay Leela Bhansali por esboçar uma arte tão bela que poderia manifestar as habilidades e destreza de Amitabh.

4. Agneepath (1990)

Este filme rendeu a Amitabh Bachchan seu primeiro Prêmio Nacional de Melhor Ator. Ele tirou sua imagem do jovem zangado vários níveis acima com este filme. Ele exigia atenção por sua mera presença. Ele é implacável, implacável e não tem escrúpulos sobre isso. Seu diálogo de “Baap ka naam Deenanath Chauhan” ainda pode ser imaginado em sua voz e presença. Este filme novamente deixou claro que a idade não iria parar Amitabh e os fracassos foram apenas uma falha em seu longo caminho para o estrelato.

3. Paa (2009)

O personagem Amitabh Bachchan neste filme segue uma linha muito tênue. Mostra o sofrimento de uma criança, mas atrai a todos. Pois ele cria a linguagem do amor, conhecida por cada um de nós. Sua vida é complicada, mas ele não é. Essa é a beleza de R Balki - o diretor deste filme, ele tem uma maneira de dar sentido à vida através dos olhos de uma criança e, de alguma forma, faz todo o sentido. Amitabh mais uma vez prova que ainda pode perceber um papel em sua totalidade e sua perspicuidade não se perde no forro de suas rugas.

2. Sholay (1975)

Ele é o segundo violino de Dharmendra e ainda é o mais lembrado depois do icônico Gabbar. Ele tem um caráter muito silencioso e discreto, que acredita menos em dizer e faz suas ações por meio das mãos. Seu amor é retórica e o fez do jeito que deveria ser. O personagem de Jay tem muitos parênteses, quase beliscando. Mas quando chega a situação, ele se levanta para a ocasião e dá sua opinião. Ele está machucado e não diz por quê. Nada se torna óbvio e todas as emoções estão no esboço. Um personagem muito sensível para um filme emocionado com a ação, mas por isso o filme fica com o público mesmo depois de todo esse tempo.

1. Deewar (1975)

É o retrato mais perfeito que se tornou o fenômeno de Vijay. Trata-se da retidão do certo e do errado. A estrada menos percorrida e os passos fáceis para a riqueza. Vijay é ambicioso, pois deseja tudo na vida a que não teve direito. O filme retrata a situação do país nos anos 1970, onde os senhores feudais e os empresários se aproveitavam dos trabalhadores e dos pobres. Vijay é o personagem que está crescendo e, em sua luta com essas pessoas e tentando ficar rico, se torna a mesma pessoa que costumava desprezar. O filme mostra um confronto direto entre Ravi e Vijay, entre princípios e opulência. Deve ser a cena mais emocionante já feita na história do cinema hindi e é o brilho de Amitabh Bachchan que faz valer os aplausos.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt