Calvin e Pam Phillips Murder: Como eles morreram? Quem os matou?

Crédito da imagem: Matt Phillips / WHAS11

As melhores VPNs para Netflix
CyberGhost VPNMelhor VPN Netflix
Política de não registro
Proteção Wi-Fi
Garantia de devolução de dinheiro

Temos uma garantia de reembolso de 45 dias, para que você tenha tempo suficiente para testar os aplicativos e ver se eles são adequados para você.
Ver oferta
Surfshark VPNVPN mais barata
Dispositivos ilimitados
Melhor segurança
Melhor velocidade


A partir de apenas US $ 2,49 por mês, é uma opção premium fantástica que é incrivelmente simples de usar. O desbloqueio da Netflix dos EUA é sua especialidade no momento.
Ver oferta
'/>
Crédito da imagem: Matt Phillips / WHAS11

‘Dateline: The Evil That Watches’ da NBC é um episódio que explora um triplo homicídio em Pembroke, Kentucky, que deixou a pequena cidade perplexa em seu núcleo. Afinal, ele incorpora aspectos de suposta crueldade e abuso sexual, um possível triângulo amoroso e um homem que espera salvar sua reputação por todos os meios possíveis. Foi assim que os vizinhos Edward Dansereau e o casal Calvin e Pamela Phillips perderam a vida. Agora que este assunto foi encerrado definitivamente, vamos descobrir mais sobre o casal, junto com os detalhes essenciais do caso, certo?

Como Calvin e Pamela Phillips morreram?

Aos 59 e 57 anos, respectivamente, Calvin Cal Lee e Pamela Pam J. Phillips moravam em uma casa histórica em Pembroke, onde construíram uma boa vida para si mesmos. Do lado de fora, parecia que eles eram uma família perfeita. Calvin era um veterano do Exército e Pam serviu em um banco local depois de passar cerca de 10 anos como dona de casa para seu único filho, Matt Phillips. A dupla estava até ansiosa para comemorar mais um aniversário, mas, infelizmente, eles nunca tiveram a chance. Em 18 de novembro de 2015, os dois foram brutalmente assassinados.



Crédito da imagem: Matt Phillips / NBC News

No dia seguinte, enquanto os detetives encontraram os restos mortais de Calvin em sua casa compartilhada na South Main Street, o corpo de Pamela foi recuperado de seu veículo queimado a alguns quilômetros de distância, perto de um milharal. O corpo carbonizado de seu vizinho, Edward Dansereau, também estava no carro com ela. De acordo com relatos, o trio foi morto a tiros antes que Pam e Edward fossem transferidos para a terra isolada e eventualmente incendiados. Tendo sido membros ativos da comunidade e adorado por todos, suas faltas repentinas e as circunstâncias que a cercaram foram um choque completo.

Quem matou Calvin e Pamela Phillips?

Em 20 de novembro de 2015, a equipe da SWAT, policiais locais e militares se aglomeraram e revistaram a casa de Christian Kit Richard Martin em conexão com o triplo homicídio. Christian era o vizinho deles do outro lado da rua e um então major do exército aguardando uma corte marcial sob várias acusações. De lá, Christian foi levado sob custódia para interrogatório e libertado dias depois pelo governo. Ao longo dos anos, cerca de 3 mandados de busca foram executados em sua propriedade e veículos, e os investigadores também pediram que ele fornecesse amostras de DNA para análise forense.

A grande extensão das investigações foi porque Calvino foi registrado como testemunha na corte marcial de Christian, que estava programada para começar quase duas semanas após o assassinato. Conforme registros , A agora ex-esposa de Christian, Joan, estava supostamente tendo um caso com Calvin, e ela também tinha problemas com Christian. Ela acusou Christian de abusar sexualmente e fisicamente dela e de seus filhos. Além disso, Joan e Calvin encontrado alguns CDs classificados do Exército espalhados por aí quando estavam juntos um dia, levando-os a fazer outro relatório. Tudo isso é para que servia o julgamento militar de Christian.

Joan e Calvin negaram as acusações de um caso ilícito durante aquela investigação em particular, mas nunca refutaram que eram amigos. Daí o fato de que Calvino admitido no registro o fato de ele nunca ter ouvido falar de qualquer abuso sexual fez dele a principal testemunha da defesa de Christian, não os promotores. Mesmo assim, o veterano do Exército nunca admitiu o que diria nas arquibancadas quando chegasse a hora. Eventualmente, uma vez que tudo afirmado acima foi combinado com o evidência física encontrada na casa dos Phillips, o que ainda ligava Christian ao assunto, ele foi preso em 11 de maio de 2019.

Demorou um pouco e o assunto parecia ter esfriado, mas não era o caso. As autoridades teorizaram que Christian assassinou Calvino para impedi-lo de testemunhar em sua corte marcial, encerrando efetivamente sua carreira de 30 anos no Exército. No entanto, isso aconteceu de qualquer maneira quando ele foi considerado culpado de maltratar informações militares confidenciais e agressão. Quanto a Pamela e Edward, as autoridades pensam que esses dois foram danos colaterais às ações de Christian.

O então piloto comercial da American Airlines foi julgado por assassinato, incêndio criminoso, roubo e adulteração de evidências relacionadas a este caso em 2021. No julgamento, três testemunhas também testemunhou que Calvino e Pamela temiam por suas vidas nos meses anteriores à morte, porque acreditavam que Christian queria que eles mantivessem intacta sua reputação de homem de família amigável. Com isso, ele foi considerado culpado e condenado à prisão perpétua sem liberdade condicional em 2 de setembro de 2021.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt