Final de foto de uma hora, explicado: Sy vai para a cadeia?

'Foto de uma hora' é um 2002 filme de suspense psicológico escrito e dirigido por Mark Romanek. Conta a história de Seymour “Sy” Parrish, um técnico de fotografia em um estúdio fotográfico de uma hora em uma loja de varejo. Sy observa a família Yorkin e lentamente desenvolve um vínculo com eles. No entanto, sua afeição se transforma em uma obsessão mortal, levando a perguntas sobre as motivações de Sy. Naturalmente, os espectadores devem estar se perguntando se Sy é um psicopata ou apenas uma figura incompreendida. Se você está procurando respostas a esse respeito, aqui está tudo o que você precisa saber sobre o final de 'One Hour Photo'. SPOILERS ADIANTE!

Sinopse do Enredo de Fotos de Uma Hora

'One Hour Photo' segue Seymour 'Sy' Parrish ( Robin Williams ), um técnico de fotografia que trabalha delicadamente em um estúdio em uma grande loja de varejo. Sy é solitária e não tem família ou amigos. Ele é dependente de seu trabalho e considera seus serviços uma contribuição vital para a sociedade. Enquanto isso, os Yorkins são uma família amorosa composta pela mãe Nina Yorkin (Connie Nielsen), pai Will Yorkin (Michael Vartan) e filho Jake Yorkin. Os Yorkins são a família favorita de Sy, e ele faz um esforço extra para agradá-los. Sy admira a família e tenta se aproximar dos Yorkins. No entanto, seus esforços são rejeitados.



Enquanto isso, Sy secretamente faz cópias das fotos da família e as armazena em sua casa. Torna-se evidente que Sy é obcecado pelos Yorkins. Sy sonha em se aproximar da família e fica de olho em suas ações. Ele consegue se conectar com Nina depois que ela o vê lendo o mesmo livro que ela. Por outro lado, Sy tenta comprar um brinquedo para Jake, mas o garoto recusa o gesto. Um dia, Sy encontra Maya Burson e percebe que ela é amiga da família dos Yorkins.

Logo, o chefe de Sy, Bill, descobre que ele está imprimindo muito mais cópias do que os clientes pediram. Como resultado, Sy é convidado a deixar o emprego no final da semana. Simultaneamente, Sy imprime fotos que revelam que Will está tendo um caso com Maya. Ele deixa as fotos em um envelope que Nina deve pegar no estúdio. Enquanto isso, Yoshi, colega de trabalho de Sy, descobre que Sy tirou fotos da filha de Bill. Como resultado, ele informa a polícia, que inicia uma busca por Sy. Por outro lado, Sy se prepara para enfrentar Will levando a consequências desastrosas.

Final de foto de uma hora: Sy vai para a cadeia? O que acontece com os Yorkins?

Depois de saber do caso de Will, a personalidade de Sy muda e ele se torna ousado. Sy tenta confrontar Will sobre seu caso, apesar de não ter o direito de fazê-lo. Durante o ato final, Sy chega ao hotel onde Will está hospedado com Maya. Embora já tenha enviado a Nina provas da infidelidade de Will, ele faz um movimento estranho ao conhecer o marido traidor cara a cara. Enquanto isso, Bill informa a polícia sobre as intenções nefastas de Sy. O detetive James Van Der Zee e seu parceiro, o detetive Paul Outerbridge, procuram Sy. Assim, com a polícia em seu julgamento, Sy tem pouco tempo para executar seu plano. Ele rastreia Will e Maya em um hotel.

Sy segura Will e Maya com uma faca e pede que eles se despissem. Parece que Sy está prestes a prejudicar Will e tem um colapso psicótico. Em outros lugares, os detetives aprendem sobre a obsessão de Sy com os Yorkins pelas fotos em sua casa. No entanto, Sy não prejudica Will e Maya. Logo, a polícia chega ao hotel e prende Sy. Ele exclama que ele apenas queria clicar em fotos. Enquanto Sy é levado sob custódia da polícia, Will volta para casa e sente remorso por suas ações. Portanto, é evidente que Sy queria incitar a culpa em Will para que ele confessasse seu caso com Nina. Como resultado, provavelmente, a família Yorkins não se desfez. Enquanto isso, Sy se recusa a dar respostas diretas sobre suas motivações durante o interrogatório. Portanto, é provável que ele seja acusado de ameaçar Will e Maya e seja enviado para a prisão.

Sy foi abusada quando criança?

Durante sua conversa com o detetive Van Der Zee, Sy sugere as motivações por trás de suas ações em relação a Will. Na discussão, fica implícito que Sy foi abusado por seu pai quando criança. Sy elogia o detetive Van Der Zee por ser um bom pai. No entanto, ele critica Will por ser um pai ruim e jogar fora uma vida familiar perfeita. Por isso, ele tenta abusar psicologicamente de Will e Maya. Portanto, podemos interpretar as ações de Sy como provenientes de um local de trauma semelhante ao que ele está implícito em Will.

As palavras de Sy sugerem fortemente que seu pai o abusou por fotos pornográficas. Assim, o filme explica a conexão de Sy com as fotos e sua ideia de uma família feliz. No entanto, quando as ações de Will ameaçam essa imagem, Sy se torna movido por seu passado e atormenta psicologicamente Will e Maya. O detetive Van Der Zee observa que o rolo da câmera não inclui nenhuma foto nua de Will e Maya, como Sy afirma. Em vez disso, o rolo da câmera é preenchido com fotos de objetos do quarto de hotel.

Portanto, é evidente que o único objetivo de Sy era torturar Will e Maya. Quando criança, ele não conseguiu fazer seu pai introspectar as consequências de suas ações. Como resultado, a família de Sy provavelmente se desfez. No entanto, Sy assume o controle da situação e faz Will refletir sobre como suas ações afetam a família Yorkin. Em última análise, as ações de Sy são equivocadas. Ele acredita que os Yorkins são uma família perfeita. Ele teme que o caso de Will possa destruir a família e resolve o problema com suas próprias mãos.

Qual é o significado da foto de família?

Nos momentos finais do filme, Sy conclui seu colapso na frente do detetive Van Der Zee. A cena se transforma em uma imagem da família Yorkin reunida do lado de fora de sua casa para uma foto. Sy também está presente com eles, e os Yorkins parecem aceitar sua presença. O filme termina com Sy sorrindo ao lado dos Yorkins com Will colocando o braço em volta de Sy. A imagem final é de um feliz família do qual Sy também faz parte.

No início do filme, Sy se imagina como o tio amoroso de Jake. Ele vive indiretamente através da família Yorkin e constantemente tenta estabelecer uma conexão com eles. A imagem final implica que Sy espera que sua ação seja percebida positivamente pela família. Assim, Sy tenta encontrar a paz porque sua ação provavelmente salvou os Yorkins de desmoronar. Da mesma forma, a imagem final implica fortemente que Sy queria apenas formar uma conexão significativa com a família. No entanto, sua personalidade socialmente desajeitada o impede de fazê-lo. No entanto, Sy se considera parte da família em sua cabeça.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt