As confissões de uma garota invisível da Netflix são baseadas em uma história verdadeira?

Crédito da imagem: Laura Campanella / Netflix

‘Confessions of an Invisible Girl’ (conhecido como ‘Confissões de Uma Garota Excluída’ em português) é um filme adolescente brasileiro que gira em torno de Tetê, uma estranha estudante do ensino médio que tem problemas para se encaixar em sua nova escola. Dirigido por Bruno Garotti, o filme é uma história alegre sobre as complexidades de ser um adolescente e as angústias que se enfrenta nessa idade. O filme também aborda temas mais complexos, como bullying e autoimagem. Vendo como esses assuntos podem ter tocado em um grande número de pessoas, podemos ver por que alguém pode pensar que o filme é baseado nas experiências pessoais de alguém. Mas, seria esse o caso? Aqui está tudo o que você precisa saber!

As confissões de uma garota invisível são uma história verdadeira?

Não, ‘Confessions of an Invisible Girl’ não é baseado em uma história verdadeira. O filme é uma adaptação do romance best-seller ‘Confissões de uma Garota Excluída, Mal-amada e (Um Pouco) Dramática’ da autora brasileira Thalita Rebouças. O livro foi publicado pela primeira vez em 2016 e continua sendo uma das obras mais famosas do autor. Segundo o autor, é uma história sobre a importância da família, da amizade e da empatia.



Em entrevista concedida em setembro de 2021, Rebouças destacou o papel dos pais nesse drama adolescente. Ela observou que às vezes os pais podem ignorar as lutas de seus filhos. Isso fica particularmente evidente no filme, onde vemos os pais e avós de Tetê chamando-a de dramática por causa dos problemas que ela enfrenta na escola. Talvez você ache interessante saber que Rebouças ensaia o papel da mãe de Tetê na adaptação cinematográfica de seu romance.

A premissa básica da história, que segue uma adolescente passando por uma transformação e aprendendo a se sentir confortável com ela mesma, é comumente vista em filmes desse gênero. Da mesma forma, o filme apresenta a personagem por excelência da abelha rainha, ou seja, a garota mais popular da escola, um tropo comumente visto em filmes adolescentes. Em ambos os aspectos, o filme evoca uma vibração semelhante à de ‘The DUFF’ e ‘Sierra Burgess Is a Loser’.

O filme se passa no belo cenário do Rio de Janeiro, que por acaso também é de onde Rebouças é. Em outra conversa, em agosto de 2021, ela disse que, além de um retrato realista da vida adolescente, o filme também traz uma representação autêntica da cultura carioca (termo usado para designar tudo o que se relaciona com o Rio de Janeiro). Os personagens são vistos fazendo atividades que os adolescentes cariocas costumam fazer. Portanto, é seguro presumir que o autor pode ter se inspirado em experiências pessoais para criar alguns aspectos do enredo. Além disso, os atores no filme estão próximos da idade de seus personagens na tela, o que os ajudou a entregar performances críveis, aumentando ainda mais o senso de autenticidade do filme.

Crédito da imagem: Laura Campanella / Netflix

Em última análise, 'Confessions of an Invisible Girl' é um filme de ficção que ressoa entre os adolescentes de hoje devido ao seu humor confiável e temas atuais. Também abre a porta para conversas sobre questões sérias, como o bullying. Mais importante ainda, ele destaca o papel dos pais na vida de seus filhos adolescentes, uma vez que essa fase específica de crescimento pode ser bastante desafiadora para muitos indivíduos. Acima de tudo, o filme transmite a mensagem de aceitação, apesar das deficiências que cada um de nós possa ter.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt