Fim da intrusão da Netflix, explicada

Crédito da imagem: Ursula Coyote / Netflix

Você conhece bem os seus mais próximos? Dirigido por Adam Salky e baseado em um roteiro escrito por Chris Sparling, ‘Intrusion’ é um filme de suspense assustador e lento sobre invasão de casa que vira o gênero de ponta-cabeça, ao tentar fazer essa pergunta essencial. A história gira em torno de um marido e uma mulher aparentemente perfeitos que se mudam para uma luxuosa villa no meio do nada. Um incidente de invasão estraga parte da paz de sua morada serena. Depois de investigar mais a fundo o mistério, a esposa descobre que a casa revela alguns segredos obscuros e profundos.

As melhores VPNs para Netflix
CyberGhost VPNMelhor VPN Netflix
Política de não registro
Proteção Wi-Fi
Garantia de devolução de dinheiro

Temos uma garantia de reembolso de 45 dias, para que você tenha tempo suficiente para testar os aplicativos e ver se eles são adequados para você.
Ver oferta
Surfshark VPNVPN mais barata
Dispositivos ilimitados
Melhor segurança
Melhor velocidade


A partir de apenas US $ 2,49 por mês, é uma opção premium fantástica que é incrivelmente simples de usar. O desbloqueio da Netflix dos EUA é sua especialidade no momento.
Ver oferta

Com uma cinematografia belamente articulada, um enredo sóbrio e uma atuação estelar de Logan Marshall-Green e Freida Pinto (da fama de ‘Slumdog Millionaire’), o filme tem reviravoltas suficientes para envolver os fãs do gênero. Se você deseja revisitar o final devastador do filme, vamos voltar à cena da intrusão. SPOILERS ADIANTE.

Sinopse do gráfico de intrusão

O marido e a mulher Henry e Meera vivem em uma villa de última geração no meio de uma vasta paisagem montanhosa em Corrales, Novo México. Eles se mudaram de Boston, Massachusetts, onde Henry trabalhou como arquiteto. Ele projetou sua própria casa. Por outro lado, Meera é terapeuta de profissão, embora tenha seu próprio trauma como vítima de câncer para resolver. Henry leva Meera para jantar uma noite, mas eles voltam para casa para descobrir que houve um assalto.



O incidente inspira medo em Meera. Como um marido amoroso, Henry reforça um mecanismo de segurança em todas as entradas com um ponto de acesso centralizado - ele pode trancar e destrancar portas tocando em seu aplicativo de celular. No entanto, as medidas não são suficientes para deter os invasores, e eles chegam mortos à noite na casa. Henry está aparentemente preparado para este momento, pois ele tem uma arma escondida em um vaso. Ele pega a arma e cria coragem para enfrentar os capangas.

Ele solta Meera com uma corda e a insiste para escapar. Enquanto Meera foge, os delinquentes aparentemente capturaram Henry. Mas Henry sai vivo do enigma, matando todos os intrusos no processo, exceto um. Meera fica chateada quando ela descobre que seu marido está indiferente sobre os assassinatos, mas ela terá outra surpresa devastadora sobre Henry. A revelação faz Meera reavaliar seu relacionamento aparentemente perfeito.

Fim da intrusão: o que aconteceu com Christine Cobb?

Quando a polícia inicia a investigação do incidente de invasão, eles encontram um padrão suspeito. Todos os invasores pertencem à mesma família - todos são irmãos de Christine Cobb, uma garota local que está desaparecida há algum tempo. A família em questão é da área pobre de Eagle Point, na cidade. A revelação levanta questões na mente de Meera, como faria no sentido de qualquer ser racional. Meera não quer que a festa de inauguração aconteça após o incidente, pois ela está traumatizada pela ira de Henry sobre os intrusos.

Os intrusos estão mortos no encontro, exceto um que ainda luta por sua vida no hospital. No entanto, Henry acha que a festa de inauguração faria bem a eles, e Meera seria capaz de tirar sua mente do roubo aparente. Na noite de domingo, Henry sai com a desculpa de comprar mantimentos para a festa, e depois de tentar ligar para Henry, Meera o segue com seu carro. Ela vê Henry saindo da estrada em direção ao hospital e, na manhã seguinte, o xerife dá a ela a notícia da morte do último intruso.

Esta coincidência envia Meera em uma missão extensa para descobrir a verdade. O tropo de invasão de domicílios vira de cabeça para baixo quando Meera percebe que a ameaça está muito mais perto de casa. Vasculhando o escritório de Henry, Meera encontra um envelope com o selo de Henry endereçado a um tal Dylan Cobb. Ela também permite que o dispositivo de rastreamento descubra que Henry ocasionalmente visitou Eagle Point, o bairro onde Christine Cobb viveu com seus irmãos agora falecidos. Meera vai para a mesma comunidade onde é ameaçada por um homem que estava entre os suspeitos da invasão. Seguindo a trilha de Dylan Cobb, ela recupera uma filmadora. Mas após o encontro com o homem, a câmera sofre alguns danos.

De volta a casa, Meera olha para o vídeo - que é uma confissão de Dylan Cobb. No entanto, ela não consegue ouvir muito, pois a câmera de vídeo está danificada. Ela se dá ao trabalho de comprar outra câmera de vídeo para ouvir o vídeo. Na confissão, Dylan afirma saber a identidade do sequestrador de sua filha, apesar do que os outros possam pensar. Chocada e desesperada pela verdade, Meera vai ao escritório de Henry e encontra um pen drive. A unidade contém as plantas e imagens da construção da casa. Vasculhando a pilha de documentos, Meera se depara com uma foto de Dylan Cobb. Dylan era um trabalhador que ajudou na construção da casa. Após uma noite agitada, Meera confronta Henry sobre as descobertas.

Henry argumenta que ele mostra falsamente a seus superiores que ele mesmo fez a casa. Segundo Henry, essa postura economizou muito dinheiro que, de outra forma, seria gasto no pagamento dos trabalhadores. Embora Henry faça Meera pensar que o caso é sobre uma reclamação da classe trabalhadora contra um empregador rico, Meera não está convencida. No entanto, ela percebe sua culpa e dá seu consentimento para a festa. Mas na festa, Meera retoma sua investigação depois de ouvir a confissão completa de Dylan Cobb.

Crédito da imagem: Ursula Coyote / Netflix

Dylan diz que sua namorada está no escritório de Henry, e isso não parece uma afirmação rebuscada naquela época. Vasculhando os armários do escritório de seu marido, Meera recupera a planta da casa e descobre uma passagem escondida. Em uma revelação dramática, Meera desce as escadas secretas para ver seu pior medo se tornando realidade. A masmorra abriga Christine Cobb. Henry construiu o complexo subterrâneo sob medida para manter as pessoas (leia-se adolescentes pobres) em cativeiro. Com a ajuda de Meera, Christine foge da cena no final, enquanto Henry recebe o que lhe é devido.

Henry está morto ou vivo? Ele é um psicopata?

Henry é um personagem frio e composto que lembra as excentricidades ameaçadoras de Patrick Bateman em 'American Psycho'. As semelhanças estão inequivocamente lá, com algumas fotos clássicas que remetem diretamente ao filme anterior (considere a cena ameaçadora de trás). À primeira vista, Henry parece empático e compreensivo - em outras palavras, um perfeito cavalheiro. No entanto, conforme a história avança, as rachaduras e fissuras em seu personagem tornam-se visíveis.

Henry admite que sua natureza sádica é uma doença no confronto final, assim como o câncer de Meera. Com essa associação, percebemos que Henry é destituído de qualquer emoção humana. Henry usa a batalha de Meera contra o câncer como desculpa para o sequestro e abuso de Christine. Como Meera estava doente, Henry aparentemente passou por muita coisa e, portanto, optou por sequestrar adolescentes como um passatempo secundário.

Christine revela a Meera que Henry ocasionalmente vem à masmorra e se senta na cadeira diante de Christine com um taco de beisebol. Ele só tem uma frase a dizer - eu decido quando. Há algo em seu personagem que não se coaduna com o público desde o início, e mais tarde descobrimos que a natureza de seu marido amoroso é uma fachada. Sob o véu de um marido amoroso, ele apresenta uma personalidade sádica, errática e aberrante.

Enquanto ele tenta normalizar suas ações, o público não consegue simpatizar com seus desejos reprimidos. No entanto, no confronto final, Henry recebe o que merece, e isso leva um bom tempo. Meera bate na cabeça de Henry com seu souvenir de Boston e, na cena final, ele se torna inanimado. Embora não seja explicitamente contado, a finalidade sugere que Henry está morto. Após a morte de Henry, Meera vende a propriedade e parte no horizonte.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt