Episódio 7 de Teerã, terminando, explicado

Com apenas mais um episódio na temporada, 'Teerã' aumenta a tensão e oferece um episódio tenso que o mantém no limite em sua totalidade. Cada cena deste episódio testa seus personagens, e uma sensação de destruição iminente nas buscas incertas dos agentes secretos e seus perseguidores cria uma atmosfera carregada que prepara o público para o final. A mistura de emoções transforma a história em uma direção diferente. Aqui está o que o final significa. SPOILERS AHEAD

Recapitulação do episódio 7 da temporada 1 de Teerã

Tamar recebe Yael em Teerã, onde eles começam a se preparar para o plano que é cair na mesma noite. Um obstáculo chega quando Parham decide desistir, mas depois de uma conversa desagradável com Milad, Tamar o convence a empurrar Parham para seguir em frente com sua tarefa, não importa o quê. Enquanto isso, Faraz usa o pai de Tamar para resgatar sua esposa, que tem uma conversa com Gorev sobre as ações de seu marido e o que significaria para todos eles se ele não se rendesse. Ali se aprofunda no incidente com a companhia elétrica e se depara com uma revelação surpreendente que pode levá-lo a Tamar.

O fim



Em seus penúltimos episódios, 'Teerã' joga maravilhosamente com o suspense e a emoção criados pelas missões de alto risco e escapadas estreitas para os personagens. Tamar se encontra em uma situação complicada com Milad, que está com o coração partido por sua traição. Enquanto sua colega sugere que eles o matem porque ele é desnecessário, ela tenta mantê-lo vivo e, afinal, eles ainda precisam dele. A chantagem de Parham na companhia elétrica funciona bem e o plano é posto em prática. No entanto, as coisas não serão tão fáceis, especialmente quando Ali começar a descobrir o plano. Ele segue com a divisão cibernética e descobre que há mais um lugar de onde os inimigos podem invadir os servidores militares e causar danos irreparáveis. Ele se concentra em Parham depois que seu comportamento parece suspeito para ele. Parham está alarmado com a presença de policiais em sua vizinhança e o fato de estar sendo usado para invadir o sistema militar o deixa ainda mais apreensivo com o trabalho que lhe é exigido.

Ele diz a Milad que eles não devem prosseguir com o plano, mas não especifica exatamente o porquê. Isso leva Tamar a acreditar que ele está começando a ficar com os pés frios e convence Milad a acalmá-lo e dizer-lhe que siga em frente com suas instruções, ou então. Assim como Milad é forçado a convencer Parham a fazer algo que ele não quer, Parham dá uma resposta ensaiada, sob a mira de Ali. Tamar e sua equipe não sabem que cairão em uma armadilha e não haverá saída desta vez. As coisas pioram quando Tamar descobre que seu pai foi mantido em cativeiro. Isso a leva a perder o equilíbrio e ela se esforça para se concentrar na tarefa em questão. Nesse ínterim, Gorev descobre o plano B e decide segui-lo quando ouve sobre Tamar cedendo à pressão e preocupação por seu pai. Enquanto Ali espera que Tamar apareça, ela recebe a ordem de abandonar a missão e voltar para a casa segura.

Paralelo a isso, Faraz sequestra o pai de Tamar e o usa como moeda de troca para ter sua esposa de volta. O Mossad avisa que ela ainda não está preparada para viajar e que ele deve esperar um pouco pelo seu retorno. Mas, claro, ele não confia neles e quando as coisas parecem escapar de sua mão, ele joga outra carta e envia a foto para Tamar, pedindo que ela se entregue em troca da vida de seu pai. Este arco da história também abre os personagens emocionalmente, onde todos eles se encontram em uma posição vulnerável. Tamar quer salvar Milad de ser morto por seus superiores e sofre um colapso quando o perigo chega muito perto de casa.

Há outro desgosto esperando por ela enquanto Yael recebe as ordens para limpar a casa segura e “cuidar” do iraniano. Eles vão matar Milad e Tamar vai aprender a lição da qual Yael a alertou no início do episódio. De forma semelhante, Faraz luta com o cativeiro de sua esposa e também enfrenta um dilema moral com sua própria prisioneira. Ele tenta puxar a mesma carta que o Mossad fez com ele, mas se vê incapaz de cruzar a linha que ele prometeu a si mesmo que nunca cruzaria. Ele quase matou Mordechai, mas acabou deixando-o viver. A cena de sua fuga corre paralela àquela em que Tamar e sua equipe chegam muito perto de se fazerem. A tensão absoluta deste episódio prova o quão explosivo o final pretende ser. Os eventos do Episódio 7 também nos mostram o quão longe os personagens irão quando levados ao extremo e quais são as linhas que eles nunca irão cruzar. Isso também nos deixa com um ponto difícil para Tamar. Ela estava se aguentando bem até agora, mas o tributo emocional que o trabalho começou a custar pode ser demais para ela.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt