A verdadeira história por trás das irmãs Clark: Primeiras damas do Evangelho, explicada

'The Clark Sisters: First Ladies of Gospel', da Lifetime, leva os espectadores às raízes do grupo de gospel titular. Vemos como as Irmãs Clark conseguiram levar a música gospel para o mainstream, traçando suas origens humildes em Detroit e sua ascensão meteórica à fama. A jornada do grupo para se tornar o grupo gospel mais vendido na América é pontuada por seu estilo de vida em casa. À medida que rastreamos a vida pessoal e profissional das irmãs, você pode se interessar em saber quanto do filme de Lifetime é baseado em fatos. Nós temos você coberto bem aqui.

Explicação da verdadeira história por trás de ‘The Clark Sisters: First Ladies of Gospel’:

‘The Clark Sisters: First Ladies of Gospel’ traça a ascensão das irmãs Clark. As mulheres são filhas da Dra. Mattie Moss Clark, a musicista gospel, diretora de coral e uma pioneira por direito próprio. As irmãs foram criadas em Detroit, Michigan. Sua mãe mundialmente conhecida, casou-se duas vezes. Seu primeiro casamento foi com Leo H. Cullum, Sr. Ela teve dois filhos com ele, Leo Jr. e Jacqueline, ou Jacky. Mattie se divorciou de Leo e casou-se com o pastor Elbert Clark. Ela teve quatro filhas desse casamento, Denise, Elbernita ou Twinkie, Dorinda e Karen.

A mãe autoritária estava determinada a fazer com que suas filhas fossem melhores do que Jackson 5. Assim, as meninas começaram a cantar desde muito cedo. As canções eram geralmente arranjadas por sua mãe e executadas na igreja de seu pai. No entanto, as Clark Sisters só lançaram seu primeiro álbum depois que seus pais se divorciaram.



Foi com ‘Dr. Mattie Moss Clark apresenta às Clark Sisters 'em 1974, que o grupo gospel ganhou atenção em Detroit. Eventualmente, Mattie passou o controle do grupo para Twinkie. Sob sua orientação, as irmãs lançaram ‘You Brought the Sunshine’, que continua sendo um de seus trabalhos mais bonitos até hoje. Com o tempo, as irmãs seguiram carreira solo, com Twinkie também seguindo seu chamado como ministra.

Notavelmente, todas as irmãs contribuíram para os álbuns umas das outras, artisticamente. Seus estilos vocais se tornaram um ponto de discussão e foram coletivamente apelidados de 'Clark Sound'. O filme de Lifetime aborda a carreira estelar do grupo, ao mesmo tempo que se concentra em como era a vida em casa para eles. Acredita-se que seu pai tenha sido abusivo, e o filme Lifetime enfoca como sua vida em casa moldou sua música e devoção a Jesus Cristo.

A Insistência de Queen Latifah na Autenticidade:

Queen Latifah atua como produtora e insistiu na autenticidade durante todo o filme. O filme Lifetime tem como objetivo retratar a carreira musical das irmãs. De acordo com Latifah, isso só é possível se os membros do elenco puderem soar como as Clark Sisters, durante as apresentações. Assim, ela teve o cuidado de escolher cantores que podem atuar, ao invés de atores que podem cantar.

É difícil conseguir a harmonização que as irmãs fazem sem esforço. No entanto, Latifah explicou que tomou muito cuidado para garantir que as músicas soassem bem no filme Lifetime. Sua insistência na precisão musical é justificada quando sua história de fundo vem à tona.

Latifah brincou que ela tem o evangelho em seu coração. Sua tia dirige um coro gospel na Virgínia, causando uma impressão no vencedor do Grammy ainda jovem. Além disso, sua mãe tocava continuamente música das Irmãs Clark, quando Latifah estava crescendo. Ela afirmou que a música gospel é um estilo de vida e ela tentou garantir que isso fosse traduzido para a tela durante o filme.

Porque ‘The Clark Sisters: First Ladies of Gospel’ retrata com precisão a vida das irmãs, ao mesmo tempo que presta atenção especial aos detalhes musicais, a experiência geral é enriquecedora e edificante para os telespectadores. O que a música gospel normalmente faz por nós, o filme sobre o famoso grupo gospel também consegue.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt