Onde está John Phillips agora?

‘Tiger King 2’, da Netflix, é uma edição em cinco partes com os criadores visitando algumas das pessoas destacadas na primeira temporada do grande sucesso. À medida que a série de documentos avança, aprendemos mais sobre o início da vida de Joe Exotic e o desaparecimento do segundo marido de Carole Baskin, Don Lewis. O programa também apresenta aos espectadores o advogado John M. Phillips, um defensor dos direitos civis de renome que primeiro representou a família de Don antes de ser contratado por Joe. Então, vamos descobrir mais sobre ele, certo?

As melhores VPNs para Netflix
CyberGhost VPNMelhor VPN Netflix
Política de não registro
Proteção Wi-Fi
Garantia de devolução de dinheiro

Temos uma garantia de reembolso de 45 dias, para que você tenha tempo suficiente para testar os aplicativos e ver se eles são adequados para você.
Ver oferta
Surfshark VPNVPN mais barata
Dispositivos ilimitados
Melhor segurança
Melhor velocidade


A partir de apenas US $ 2,49 por mês, é uma opção premium fantástica que é incrivelmente simples de usar. O desbloqueio da Netflix dos EUA é sua especialidade no momento.
Ver oferta

Quem é John Phillips?

John Michael Phillips nasceu e foi criado em Mobile, Alabama. Ele se formou em Ciência Política e Justiça Criminal pela Universidade do Alabama antes de se formar em direito na mesma instituição em 2000. John é especialista em casos envolvendo danos pessoais, homicídio culposo e direitos civis. Ao longo dos anos, ele esteve envolvido em vários casos importantes no país.



Don Lewis desapareceu misteriosamente em 1997, quando ainda era casado com Carole Baskin. Ao longo dos anos, surgiram muitas teorias sobre o que aconteceu com ele, mas não muitas evidências concretas para continuar. Em agosto de 2020, a família de Don entrou com um processo contra Carole e um ex-funcionário de Don chamado Kenny Farr. John, que representava a família na época, entrou com um pedido de indenização que pedia aos réus citados na ação que entregassem as informações a respeito de Don para que pudessem ser usadas posteriormente.

Sobre o processo, John disse: Geralmente, você anuncia um processo de $ 150 milhões e como vamos conseguir justiça. E vamos fazer tudo isso a tempo. Mas nosso escritório quer convidar a razão, para convidar uma conversa civilizada onde ela pode ser tida. Ele esperava que Carole apresentasse informações voluntariamente. Em setembro de 2020, a família também colocada um anúncio durante a apresentação de Carole em ‘Dancing With The Stars’, pedindo informações sobre o caso de Don e mencionando Carole.

John afirmou que várias dicas úteis vieram como resultado, acrescentando, algumas delas são (apenas) ‘Eu assisti‘ Tiger King ’, e acho que Carole Baskin fez isso’ - meio que um desperdício. Mas então há algumas dicas bem específicas e locais mencionados que iremos verificar. No entanto, a família decidiu contratar os serviços de outro escritório de advocacia posteriormente.

Então, no início de 2021, Joe Exotic coisa O escritório de advocacia de John para representá-lo em sua busca por um novo julgamento em relação ao complô de assassinato de aluguel contra Carole pelo qual ele foi condenado. John afirmou: A justiça deve ser cega, justa e nivelada. No entanto, temos evidências de que o julgamento de Joe não foi nenhuma dessas coisas. Nosso objetivo é esclarecer as coisas e conseguir um novo julgamento criminal para o Sr. Maldonado-Passage (Joe Exotic). Estamos trabalhando nesses problemas agora. Este é um assunto sério e acreditamos que tem sido tratado com menos seriedade e santidade do que a justiça merece.

Onde está John Phillips agora?

Crédito de imagem: Escritórios de John de John M. Phillips - cidade de Nova York / Facebook

Logo depois que a empresa de John foi contratada por Joe, sua sentença foi desocupado . Mais tarde, John afirmou que revelaria novas evidências e outros exemplos de má conduta do governo. Além do caso de Joe, John também representado Omarosa Manigault Newman, ex-assessor da Casa Branca durante o mandato de Donald Trump como presidente. Recentemente, ele ganhou o caso. Ele também faz parte da Comissão de Direitos Humanos de Jacksonville. John mora em Jacksonville, Flórida, com sua esposa, Angela, e três filhos. Além do trabalho, John também gosta de viajar e assistir aos jogos de futebol do Jacksonville Jaguars.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt