12 melhores filmes de prostituta de todos os tempos

A sedução é uma arte. Muitos filmes contam com essa arte para atrair o público. Seja na forma de uma história emocionante ou de uma bela garota sedutora, a ideia é manter o público viciado. Às vezes, as duas missões se combinam: a própria história é sobre a arte da sedução. Hoje, compilamos uma lista de filmes que mostram todos os aspectos das prostitutas e seu modo de vida, alguns deles incluem ‘Taxi Driver’, ‘The Immigrant’ e ‘Pretty Woman’. Aqui está a lista dos principais filmes sobre prostitutas já feitos. Você pode transmitir alguns desses melhores filmes de prostitutas no Netflix, Hulu ou Amazon Prime.

12. The Girl Next Door (2004)

Matthew (Emile Hirsch), um tímido aluno do último ano do ensino médio que nunca tocou em uma garota em sua curta vida, vê sua sorte mudar quando uma linda garota Danielle (Elisha Cuthbert) se muda para a casa ao lado. Dois deles clicam naturalmente e, assim, começam o mais selvagem dos dias que Matthew já viu. No entanto, seu amor doce e inocente tem que enfrentar uma verdade amarga; que Danielle é uma ex-estrela pornô. Como um bruto burro, Matthew parte o coração de Danielle e a deixa voltar para a vida que temia. Matt perceberá que está permitindo que o amor de sua vida vá embora e o segure com força? Muitos filmes adolescentes de hoje são comparados com este, tal é o significado de ‘The Girl Next Door’.



11. The Escort (2016)

Um jovem jornalista chamado Mitch Cooper (Michael Doneger) está falido, solteiro, sem rumo e viciado em sexo. Depois de ser despedido de um emprego, ele precisa escrever uma boa história para conseguir um novo emprego. Ele então conhece Natalie (Lyndsy Fonseca), uma prostituta educada na Universidade de Stanford (sim, você leu corretamente) que ganha muito dinheiro. Ela permite que Mitch escreva sobre ela enquanto atua como seu guarda-costas. Ambos miseravelmente sozinhos, os dois eventualmente se apegam.

10. Young & Beautiful (2013)

Young & Beautiful é um drama francês de 2013 sobre a sexualidade adolescente. Ela perde a virgindade aos 17 anos. Como essa experiência a deixa insatisfeita, em poucos meses ela começa a trabalhar como prostituta em hotéis de luxo com o nome Lea. As coisas vão para o sul quando um cliente morre enquanto fazia sexo com ela e a polícia informa sua mãe sobre Isabelle ser uma prostituta. Ela fica de castigo e então começa uma vida normal e trabalha como babá. E então ela volta a ligar o telefone que costumava usar para conseguir clientes.

9. Sonny (2002)

Depois de uma temporada no exército, o ex-prostituto Sonny Phillips (James Franco) retorna para sua casa em uma cidade degradada de Nova Orleans em busca de uma vida estável. Com poucas perspectivas de emprego, Sonny relutantemente começa a trabalhar na rua ao conhecer as dificuldades financeiras enfrentadas por sua mãe, Jewel (Brenda Blethyn), que também é prostituta, o que dificulta a fuga de sua antiga vida. A única coisa boa em sua vida difícil de outra forma é seu relacionamento com Carol (Mena Suvari), a nova protegida de Jewel.

8. House of Tolerance (2011)

A história se passa em um luxuoso bordel em Paris e segue a vida de um grupo de prostitutas. Retrata suas rivalidades, suas esperanças, entre outras coisas. House of Tolerance teve a sua estreia no Festival de Cinema de Cannes 2011 onde estreou em Competição a 16 de Maio de 2011. Este difere dos outros filmes desta lista em quase todos os aspectos, um bom filme raro que nos leva na vida das prostitutas.

7. O Imigrante (2013)

Este filme conta a história de duas irmãs polonesas Ewa (Marion Cotillard) e Magda (Angela Sarafyan) enquanto escapavam da Polônia após a guerra. Magda está em quarentena por causa de sua doença pulmonar. Ewa teria sido deportado se não fosse por Bruno (Joaquin Phoenix). Ewa tem que ganhar dinheiro para libertar Magda, Bruno a explora enquanto a prostitui, sem contar que se interessa por ela romanticamente.

6. Saindo de Las Vegas (1995)

Ben Sanderson (Nicolas Cage), um aclamado roteirista de Hollywood, perdeu a inspiração junto com tudo o que possuía e amava, devido ao seu amor pelo álcool. Percebendo que não há caminho de volta, Ben decide cometer suicídio. E que lugar ele escolhe para terminar sua vida miserável? Las Vegas. Uma vez lá, ele encontra uma prostituta solitária e desolada Sera (Elisabeth Shue), que como ele está perdida na multidão. Ele aceita viver com ela com a condição de que ela não o convença a abandonar o que ele veio fazer lá. Aonde chegarão essas almas perdidas, andando de mãos dadas?

5. Pretty Woman (1990)

Edward é um empresário impiedoso que decide contratar uma acompanhante para alguns eventos sociais durante uma viagem de negócios. O que deveria ser um arranjo sem intercorrências acaba sendo uma história de amor. “Pretty Woman” se tornou um grande sucesso quando foi lançado devido a uma combinação de fatores. Em primeiro lugar, a atuação é excelente, com Julia Roberts e Richard Gear dando ótimas performances. Em segundo lugar, o roteiro inteligente escrito por J.F. Lawton foi capaz de conquistar muitos corações. E, por último, o enredo refrescante e interessante transformou “Pretty Woman” em um clássico atemporal. Além disso, esta pode ser a mãe de todos os filmes de reforma, já que Julia Roberts tem uma transformação impressionante!

4. True Romance (1993)

Uma prostituta chamada Alabama (Patricia Arquette) e um nerd, o fanático por Elvis Clarence (Christian Slater) se apaixonam. Clarence acaba matando seu cafetão ao dar a notícia de que eles se apaixonaram. Enquanto fogem, ele pega uma mala de cocaína pensando que seja roupa de Alabama. Depois de descobrirem a verdade, eles tentam vender a cocaína, mas a multidão está em seu encalço.

3. Klute (1971)

Este thriller aclamado pela crítica é estrelado por Jana Fonda como Bree Daniel e Donald Sutherland como John Klute. Bree está envolvida em uma investigação após o desaparecimento de um empresário. O detetive John Klute é contratado para seguir Daniel (que é uma garota de programa de Nova York) e, eventualmente, se apaixona por ela, mas ele logo percebe que não é a única pessoa que a segue. As coisas dão uma guinada quando se trata de saber que Daniel está sendo o alvo.

2. Requiem for a Dream (2000)

Uma obra-prima de Darren Aronofsky, talvez seu melhor esforço até agora, ‘Requiem for a Dream’ envolve as vidas profundas, sombrias e perturbadoras de quatro drogados e viciados em Harry, Tyrone, a mãe de Harry Sara e sua namorada Marion. A conexão feita entre os quatro, suas obsessões individuais, suprimidas devido à sua dependência de drogas e os caminhos deploráveis ​​que seguem para superar seus problemas é instigante. Com cenas que retratam sexo oral, vícios de drogas e pedicações, ‘Requiem for a Dream’ explora todas as vias possíveis de prazer e dor que causam dependência, retratando-os de uma forma desamparada e despertando emoções profundas de empatia no meio, tudo em um período de 90 minutos.

1. Taxista (1976)

Dirigido pelo lendário Martin Scorsese, com Robert De Niro e Jodie Foster, este filme é um dos mais aclamados pela crítica de sua época. Um homem perturbado Travis Bickle (De Niro) arruma um emprego como taxista em Nova York. Travis conhece Betsy (Cybill Shepherd), ele então se ocupa com a ideia de salvar o mundo. Ele então direciona sua atenção para resgatar uma prostituta Iris (Jodie Foster) de 12 anos. O melhor desse lote, sem dúvida!

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt