Recapitulação e final do episódio 1 da 3ª temporada de Atlanta, explicados

'Atlanta' é uma série de comédia-drama criada por Donald Glover ('Comunidade') que segue Earn Marks, um empresário de artistas, e seu primo rapper, Alfred Paper Boi Miles, enquanto eles lidam com várias experiências enquanto navegam na cena do hip-hop na cidade titular. Após um longo hiato, a série retorna com sua terceira temporada que leva nossos personagens favoritos fora de Atlanta e para a Europa . No entanto, em vez de nos reunir com nomes como Earn, Alfred, Darius e Van, a estreia da terceira temporada faz um desvio.

Ele se concentra em um jovem problemático Loquareeous, que passa por uma série de experiências pessoais cada vez mais assustadoras. A mudança na dinâmica narrativa e o foco repentino em Loquareeous certamente deixarão os espectadores com dúvidas sobre a conclusão do conto do jovem. Nesse caso, aqui está tudo o que você precisa saber sobre o final do episódio 1 da 3ª temporada de ‘Atlanta’! SPOILERS À FRENTE!

Recapitulação do episódio 1 da 3ª temporada de Atlanta

O primeiro episódio da 3ª temporada é intitulado 'Three Slaps' e começa em um barco no meio de um lago. Um homem branco e um homem negro estão falando sobre como a raça ou cor de uma pessoa pode afetar sua perspectiva. No entanto, a cena rapidamente muda para uma sala de aula, dando a entender que a conversa era o sonho de um estudante do ensino médio, Talkareeous . Depois de interromper a aula com sua extensa comemoração durante a próxima viagem de campo, o diretor liga para os pais de Loquareous.



No entanto, a mãe de Loquareous está extremamente descontente com a ligação. Ela disciplina Loquareous, e seu avô lhe dá três tapas. O orientador branco atencioso de Loquareous percebe a situação e a considera um abuso. Ela liga para o Serviço Social , que aparecem na casa de Loquareous. A mãe de Loquareous está furiosa com ele e, apesar das apreensões do garoto, ele é colocado em um lar adotivo. Loquareeous é enviado para morar com Amber e Gayle, um casal que é pai adotivo de três outros filhos de cor.

Loquareous tenta se adaptar ao novo ambiente, mas é imediatamente desencorajado pelo comportamento de suas novas mães. A situação se torna cada vez mais assustadora à medida que as ações conscientes e informadas de Amber e Gayle de cuidado com seus filhos começam a cheirar a crueldade. Loquareous tenta escapar de seu lar adotivo, mas não consegue. Uma assistente social negra chega à porta da família para verificar as crianças. No entanto, Gayle lida com a situação e a assistente social nunca mais é vista. Na manhã seguinte, a família parte em uma viagem para o Grand Canyon, mas Loquareeous teme que algo terrível aconteça.

Final do episódio 1 da 3ª temporada de Atlanta: Earn Dreaming About Loquareous?

Nos momentos finais do episódio, Amber e Gayle sentem a pressão de cuidar dos quatro filhos. Na estrada para o Grand Canyon, Amber dirige o carro para fora de uma borda e para o lago próximo. No entanto, Loquareous consegue escapar do carro a tempo e se salva. Loquareous volta para casa e sua mãe fica feliz em tê-lo de volta. Loquareous assiste ao noticiário enquanto os serviços sociais resgatam os outros órfãos. No entanto, Loquareous ignora as notícias e muda de canal para assistir desenhos animados.

O episódio destaca a diferença entre a criação de uma família branca e uma família negra. Embora a mãe de Loquareous seja rigorosa, ela se preocupa e deseja o melhor para o filho. De sua perspectiva, ela está preparando seu filho para as batalhas mais desafiadoras da vida que vêm sendo uma Afro-americano nos Estados Unidos. Por outro lado, Amber e Gayle se preocupam em como suas ações como pais serão concebidas pela sociedade em detrimento do bem-estar dos filhos. Em última análise, a dura educação amorosa de sua mãe ajuda Loquareous a se salvar de uma desgraça certa.

Através das dificuldades de Loquareous, o episódio destaca como as minorias raciais percebem as ações de grupos raciais dominantes e comenta como o privilégio afeta o estilo de vida de uma pessoa, independentemente de sua cor ou raça. Nos momentos finais, Loquareous olha para a câmera, insinuando que toda a sua provação pode ter sido um sonho semelhante ao que ele teve na aula. Para complicar ainda mais o cenário, a cena então muda para Earn, que acorda em um quarto de hotel.

O final implica fortemente que Earn estava sonhando com Loquareous e suas lutas o tempo todo. O sonho pode ser visto como uma projeção das inseguranças e medos com que Earn convive como homem negro. Além disso, se os eventos enfrentados por Loquareeous são um sonho, isso permite que a narrativa enfrente uma história conflitante e sensível sobre racismo, abuso infantil, paternidade e brutalidade sem se sentir pesada ou ofensiva. Em última análise, é seguro dizer que Loquareeous é um fragmento da imaginação de Earn, decorrente de suas inseguranças e medos sobre a sociedade em que vive. Assim, fornece uma visão única de como Earn interage com as pessoas ao seu redor que são consideravelmente mais privilegiadas que ele.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt