Quanto de Remember the Titans é verdadeiro?

‘Remember the Titans’ é talvez um dos filmes de esportes mais edificantes. A virada carismática de Denzel Washington como Herman Boone, um treinador de futebol da T.C.Williams High School na Virgínia, torna este filme um relógio fascinante. O time de futebol supera as dificuldades em meio às tensões raciais e supera os preconceitos para traçar um caminho histórico para o sucesso. Boone tem seus próprios desafios, pois ele tem a tarefa difícil de unificar a equipe e ser aceito como o treinador principal. Combinado com música edificante e tenor histórico, ‘Remember the Titans’ é adequado para o seu nome. Então, quanto da história é fiel à sua descrição? Vamos descobrir!

As melhores VPNs para Netflix
CyberGhost VPNMelhor VPN Netflix
Política de não registro
Proteção Wi-Fi
Garantia de devolução de dinheiro

Temos uma garantia de reembolso de 45 dias, para que você tenha tempo suficiente para testar os aplicativos e ver se eles são adequados para você.
Ver oferta
Surfshark VPNVPN mais barata
Dispositivos ilimitados
Melhor segurança
Melhor velocidade


A partir de apenas US $ 2,49 por mês, é uma opção premium fantástica que é incrivelmente simples de usar. O desbloqueio da Netflix dos EUA é sua especialidade no momento.
Ver oferta

O Remember the Titans é baseado em uma história verdadeira?

Sim, ‘Remember the Titans’ é baseado em uma história verdadeira. É baseado nas façanhas de um treinador de futebol da vida real, Herman Boone, que treinou o T.C. Williams High School para o campeonato de futebol da Virginia High School League em 1971. Em 1971, Alexandria integrou todos os seus alunos do ensino médio no T.C. Williams High School, que se tornou a única escola que atendia alunos do 11º e 12º ano. A integração não aconteceu logo antes da temporada de futebol, como mostra o filme. Os alunos disputavam posições no time de futebol da escola na atmosfera recém-integrada.

O técnico principal deles, Bill Yoast, teve de renunciar para dar lugar a Herman Boone, um novo técnico afro-americano. Lentamente, eles desenvolveram uma parceria de trabalho, como Boone disse em um entrevista , Eu não conhecia Yoast. Yoast não me conhecia. Eu sabia que Hammond não tinha atletas negros e não sabia se o treinador Yoast tinha algo a ver com isso. Mas chegamos ao [campo de treinamento], nos tornamos colegas de quarto e encontramos uma maneira de conversar. A premissa geral do filme permanece fiel à história da origem.



No entanto, certos fatos foram dramatizados no filme para evocar um efeito melodramático. A maioria dos personagens do filme é baseada em pessoas da vida real, mas alguns foram escritos especificamente para o roteiro. Por exemplo, Alan Bosley (Ryan Gosling), que cede uma vaga para seu companheiro de equipe, é um personagem fictício. Além disso, Bill Yoast é pai de uma única criança, ao passo que gerou quatro filhas. Ele tinha registrado seu protesto com os cineastas, mas as irmãs de Sheryl Yoast concordaram com a mudança. Infelizmente, Sheryl morreu devido a um problema cardíaco não diagnosticado em 1996, antes mesmo das filmagens começarem.

Crédito da imagem: NewsdayNorthFulton / Youtube

Além de tais liberdades cinematográficas, um desvio significativo da história é a história do jogador All-American Gerry Bertier. É mostrado no filme que Gerry sofre um acidente de carro antes do jogo do campeonato, que o paralisa. Na verdade, Gerry havia realmente jogado a final do campeonato e foi homenageado por sua participação. Em 11 de dezembro de 1971, ele sofreu um acidente quando seu carro atingiu um hidrante que saiu de controle. Após o acidente, Gerry começou a viver com paraplegia. O filme mostra corretamente que ele morreu dez anos após o acidente, em um acidente de carro em 20 de março de 1981.

A representação do racismo no filme tem sido motivo de debate. A Virgínia é retratada como um lugar de racismo aberto. Alguns personagens do filme são discriminados em certas cenas. Até os alunos têm que superar seus próprios preconceitos para se integrarem em uma equipe coesa. Pelo contrário, Alexandria havia se tornado uma cidade cosmopolita naquela época, onde muitas fronteiras raciais foram rompidas. Isso não quer dizer que o racismo não existisse; definitivamente fez. Embora torne ásperas as arestas mais suaves da história, o filme retrata certos casos que realmente aconteceram.

Boone reconheceu que ele realmente integrou os ônibus escolares para que os membros da equipe pudessem se conhecer melhor. Boone também esclarece o fato de que sua janela foi atacada com um banquinho de banheiro em vez do tijolo mostrado no filme. Ele disse que os produtores encobriram esse aspecto por causa de sua repulsa. No final, vemos os oficiais tentando sabotar o jogo final para que a derrota de Titan possa preparar o caminho para a demissão de Boone.

Yoast anulou isso dizendo que não houve tal contravenção racial aberta durante as partidas. Para tornar a final mais interessante, a partida é retratada como uma reviravolta para os Titãs. Titãs da vida real derrotaram seus oponentes Andrew Lewis High School por 27-0 para vencer a final no Victory Stadium em Roanoke, Virginia. Além dessas mudanças, os campos de treinamento de Gettysburg se parecem bastante com os processos reais que levaram os Titãs à vitória. Mesmo que o filme tome algumas liberdades estendidas, ele registra um momento importante na história americana por muito tempo.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt