Fim do Ankahi Kahaniya da Netflix, explicado

‘Ankahi Kahaniya’ (que significa ‘Histórias não contadas’) é um filme comovente que explora as várias definições de amor em suas formas mais não convencionais e inesperadas. O filme antológico em hindi apresenta três histórias distintas e únicas que abrangem a jornada de um grupo diversificado de personagens que descobrem conexões significativas de uma maneira revigorante.

Os três segmentos são dirigidos pelos talentosos cineastas indianos Saket Chaudhary, Abhishek Chaubey e Ashwiny Iyer Tiwari. Se você assistiu ao filme carregado de emoção e não conseguiu entender algumas das decisões surpreendentes tomadas pelos personagens, nós ajudamos você! Aqui está o que acontece no final de cada uma das três histórias em ‘Ankahi Kahaniya’. SPOILERS AHEAD!

Sinopse do enredo de Ankahi Kahaniya

‘Ankahi Kahaniya’ começa com a história de Pradeep, um jovem que trabalha em uma loja de roupas em Mumbai. Pradeep segue os movimentos da vida e trabalha duro sem qualquer forma de companheirismo. No entanto, um dia, quando seu chefe lhe pede para pegar um manequim feminino para a vitrine da loja, a vida de Pradeep muda. Ele se apega ao manequim a quem chama de Pari.



Eventualmente, o chefe de Pradeep descobre sobre sua fixação pelo manequim e o demite do trabalho. Pradeep volta para sua aldeia e se reconecta com seu amigo de infância Sashi. Eles decidem se casar, e Pradeep retorna a Mumbai e retorna ao seu antigo emprego. Ao saber que seu chefe mandou embora o manequim após despedi-lo, Pradeep a procura incansavelmente.

A segunda história acompanha Nandu, que trabalha em uma sala de cinema. O trabalhador Nandu cuida do tio Kalu, alcoólatra, que o adotou quando criança. Um dia no teatro, Nandu conhece Manjiri, uma jovem que é maltratada pela família. Os dois se conhecem e falam sobre sua antipatia mútua pelas circunstâncias que a vida lançou sobre eles. Eles decidem fugir de Mumbai e começar uma nova vida. No entanto, eles se perguntam se estão prontos para esse desafio.

No terceiro segmento, Tanu, uma mulher casada, suspeita que seu marido, Arjun, a está traindo com uma colega, Natasha. Tanu contata o marido de Natasha, Manav. Ele inicialmente não acredita que sua esposa o esteja traindo, mas decide investigar o assunto. Os dois passam um dia no local onde começou o romance entre os cônjuges e tentam refazer seus passos na esperança de descobrir a verdade sobre o caso. No processo, Tanu e Manav se aproximam um do outro e contemplam qual deve ser o próximo passo em suas respectivas vidas e casamento.

Final de Ankahi Kahaniya: Tanu e Manav acabam juntos?

Tanu e Manav se encontram pela primeira vez para descobrir a verdadeira extensão do caso de seus cônjuges. No entanto, eles rapidamente se unem. Manav quer se divorciar de sua esposa e ficamos sabendo que ele tem apostado no fracasso de seu casamento. Por outro lado, Tanu quer salvar seu casamento, e é revelado que seu marido a traiu antes.

Enquanto refazem os passos de seus cônjuges, Manav e Tanu acabam se consolando. Vemos como eles fariam uma combinação ideal. Eles também se beijam, sugerindo a possibilidade de um relacionamento romântico entre eles. No entanto, descobrimos que as coisas entre Natasha e Arjun terminaram. Manav, que inicialmente queria que seu casamento acabasse, acaba perdoando Natasha. Enquanto isso, Tanu percebe que Arjun voltou para ela apenas depois que Natasha o largou, e ela decide se divorciar dele.

No final, Tanu e Manav não terminam juntos. No entanto, o tempo que passam um com o outro muda sua perspectiva sobre o que desejam da vida e de seus relacionamentos. Tanu ajuda Manav a perceber que seu fracasso como empresário não se traduz em seu casamento. Manav ajuda Tanu a reconhecer que ela tem uma identidade fora do casamento. No final das contas, Tanu e Manav decidem se separar como amigos, e sua breve conexão os ajuda a descobrir o amor-próprio.

Manjiri e Nandu acabam juntos?

Depois que Manjiri e Nandu fugiram de suas casas, eles param em um restaurante perto de um ponto de ônibus. Lá eles discutem seu futuro. Quando Nandu vai comprar uma passagem de ônibus, ele compra duas passagens para destinos diferentes. No final, Manjiri e Nandu embarcam em ônibus separados, o que sinaliza que ambos estão em um rumo diferente na vida. Antes de se despedir, Manjiri presenteia a Nandu um lenço com bordados feitos por ela enquanto Nandu dá a Manjiri biscoitos de que ela gosta.

O momento terno denota que eles apreciam a conexão que formaram. No entanto, olhando para a conversa sobre o futuro, fica evidente porque Nandu opta por comprar ingressos para lugares diferentes. Manjiri quer estudar enquanto Nandu pretende abrir seu próprio negócio algum dia. Percebendo que não pode lhe dar a vida que ela deseja, Nandu decide que eles devem seguir caminhos diferentes.

O final é um momento de silêncio de emoções reprimidas que destaca a turbulência interna de duas pessoas à beira de um novo desafio na vida. Em vez de encontrar conforto um no outro, eles escolhem a opção mais corajosa e decidem perseguir seus sonhos. A conexão que formaram um com o outro lhes dá coragem para fazê-lo.

Pradeep encontra Pari?

Depois que Pradeep retorna ao seu antigo emprego, parece que sua vida está finalmente de volta aos trilhos. No entanto, ele começa a procurar Pari, o manequim que se tornou a causa das tribulações em sua vida. Por um momento, ponderamos se Pradeep é realmente louco por amar um objeto inanimado. No final, ele encontra Pari em uma loja de fantasias. Ele tem uma última conversa franca com Pari.

Pradeep avisa a Pari que vai se casar e está extremamente feliz. Sua solidão desapareceu. Pradeep reconhece que embora suas ações possam parecer loucas para os outros, elas se originam da solidão que experimentou devido à falta de companhia na cidade grande. Ele agradece a Pari por ouvi-lo. Em retrospecto, entendemos que Pari é uma válvula de escape para Pradeep liberar as frustrações de sua solidão.

Na vida, por várias razões, alguém pode se apegar a objetos inanimados, mas há um nível mais profundo de emoções por trás desse apego que os outros nem sempre veem. O mesmo é verdade no caso de Pradeep. As angustiantes profundezas da solidão podem levar uma pessoa à loucura. Como resultado, Pradeep busca conforto em Pari, apesar dos outros acharem que ele é louco. A história inteira pode ser vista como um comentário sobre como as pessoas desprezam relacionamentos que consideram tabu.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt