Where is Dalva Teixeira de Sousa Now?

‘João de Deus: os crimes de um curador espiritual’ é uma série de documentários em quatro partes que investiga a ascensão e queda de João Teixeira de Faria , que passou de um respeitável médium e cirurgião místico a um criminoso sexual condenado. Em 1978, ele fundou a Casa de Dom Inácio de Loyola em Abadiânia, Brasil, alegando canalizar entidades espirituais para curar outras pessoas. No entanto, naquela época, todos não sabiam que ele supostamente molestou mulheres jovens por anos, sob o pretexto de usá-las como médiuns ou para seu tratamento. Outra pessoa que supostamente abusou foi sua filha, Dalva.

Who is Dalva Teixeira de Sousa?

Dalva Teixeira de Sousa conheceu devidamente o pai biológico pela primeira vez aos 9 anos. Vivia feliz numa vida rural com o irmão, a mãe, o padrasto e a meia-irmã quando João Teixeira de Faria chegou para levar os filhos com a promessa de uma boa educação e um estilo de vida mais seguro. De acordo com o programa da Netflix, a mãe de Dalva concordou com a mudança na custódia, mas a realidade de João veio à tona em alguns meses. Ele não apenas não permitiu que sua filha tivesse amigos, mas supostamente começou a agredi-la antes mesmo de ela completar 10 anos, o que continuou por quatro anos - até que ela tinha 14 anos.



Nessa idade, Dalva começou a namorar um homem chamado Tcheca pelas costas do pai, mas ele descobriu mesmo assim. Os estupros se transformaram em agressão física, e ela teve um aborto espontâneo devido a uma surra. João a obrigou a se casar com o namorado e um mês depois tentou anular o casamento, mas ela recusou. Dalva deu à luz seus três filhos com 14, 15 e 16 anos, respectivamente, antes de se divorciarem de Tcheca. Ela tentou não voltar para seu pai, exceto que ele usou seu poder e os filhos para influenciá-la, fazendo com que ela não os visse por anos a fio.

Where is Dalva Teixeira de Sousa Now?

Segundo o documentário, Dalva Teixeira de Sousa ia de um lado para o outro na tentativa de se levantar, mas João conseguia sempre espreitá-la. Finalmente desembarcou em São Paulo, onde depois de um tempo encontrou consolo nas drogas pesadas, usando-as para esquecer o abuso sexual e a perda de seus filhos, que estavam com o pai (supostamente empregado de João). Ele acabou reencontrando-a e a trouxe de volta para Abadiânia, internando-a em uma clínica para melhorar. Lá, o pai de Dalva supostamente a pressionou a gravar um vídeo, alegando que as alegações de agressão sexual eram falsas.

Desde então, porém, Dalva tem estado ao lado das vítimas e sobreviventes de João, chamando-o de monstro por suas ações hediondas. Ela até entrou com uma ação contra ele, buscando uma compensação monetária pelo trauma que sofreu. Mas, infelizmente, ela nunca pode obter o encerramento, pois o caso foi encerrado devido à aprovação da prescrição. Dalva admite que várias coisas ainda precisam ser esclarecidas, mas ela está tentando seguir em frente. Portanto, embora esteja sobrevivendo com a ajuda de seus amigos, familiares, filhos e entes queridos de Goiás, ela espera que a justiça prevaleça e lhe traga uma sensação de alívio.

Copyright © Todos Os Direitos Reservados | cm-ob.pt